quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Prolonga?

leio palavras
que me aconchegam tanto quanto
(ou mais)
que um casulo de cobertor no meio de um domingo de vento e frio
desses de véspera de feriado
expiro pesado sorrio demais
releio
dedos inquietos
tudo como se para impedir que as mensagens fossem
embora ou se declarassem outra coisa
e pra prolongar a dormência na pele
tentando impedir que as mensagens
que você fosse embora
mesmo que você já não esteja mais aqui.

2 comentários:

  1. Lindo texto!
    As palavras podem machucar, afastar pessoas, fazer chorar. Mas também podem aconselhar, acalmar e fazer companhia. :)

    Beijos.

    oeraumavezdeverdade.blogspot.com

    ResponderExcluir