domingo, 1 de maio de 2016

Alguma coisa que não sei


eu sou uma peça de teatro
porque atores fazem mais expressões faciais
movimentos mais bruscos
quando estão em um palco
e se nota de longe a energia, emoção
que as curvas passam
ou o roteiro de um filme
onde tudo acontece ao mesmo tempo
as mudanças são repentinas
agudas, dores obtusas
pulos do diafragma
pausas regulares, aquele silêncio que machuca
aquela adrenalina que
dor seguida de sorisso seguido de dor por cravar as unhas
na pele
o remédio é ser racional
digo
não ceder ao diafragma
não ceder a nada
e a segunda voz repete as mesmas duas palavras
a melodia corre como para fugir
e esconder um segredo no fundo da consciência
que me faz franzir as sobrancelhas e responder "eu não sei"
para
toda
e qualquer
pergunta

4 comentários:

  1. amandaaaa, faz tempo que queria achar teu blog de novo <3 aí hj achei seu link num bloco de notas perdido aqui no notebook hahaha finalmenteeeeeeeee!!! bom, amei tua poesia, é muito bom quando conseguimos nos identificar com o que outra pessoa escreve <3

    Beijão,
    Ó, tô em dúvida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BLOCO DE NOTAS AHUAHUA <3 agora que achou, não some! Aqui parece meio secreto, vira e mexe alguém fala que achava que eu tinha morrido hauhauhauhahua

      Excluir
  2. Olá, eu amo o jeito que você se expressa. Sua arte no escrever, se mostrar, desenhar... e sim eu também me identifico muito com o que você escreve, e com essa forma tão única e especial de se comunicar nesse blog e em tudo que você faz.
    Parabéns!

    Blog Senhorita Deise

    Instagram

    ResponderExcluir